I’m free (again)

Gente! Estou feliz, muito feliz e livre também. Eu sempre digo que estou livre mas sempre me prendem de novo. Mas dessa vez é diferente, além de estar livre, estou contente por ter acabado uma série, finalmente terminei Everwood. Eu sempre sofro quando acabo uma série, fico tipo: “oh my god, o que fazer da vida agora?”
Mas dessa vez é diferente, não via a hora de acabar e terminar com esse sofrimento.
Eu já disse que o seriado é bom, mas é bem deprimente, acho que por ser tão vida real, onde tudo dá errado, ninguém fica com quem deveria ficar, as pessoas queridas morrem, outras brigam, se afastam, muito real life sabe? E eu assisto seriados para fugir da realidade.

Não digo que me arrependi, mas não tenho a mínima vontade de assistir outra vez como já fiz outras vezes com outros programas. Foi bom, mas acabou, ufa!

Um final fofo, que a propósito eu já havia visto o final semanas antes de conseguir achar a série para baixar, até por que não achava que iria conseguir pois nenhum site tinha link válidos. Thanks utorrent!
A Mandy tinha toda razão, final complemente previsível, aconteceu exatamente como eu estava pensando, menos a parte do cavalo. Tentaram colocar um pouquinho de comédia nos dois episódios finais para tentar compensar todo drama de quatro temporadas, mas colegas, não conseguiram tá? 😛 O que  foi chorado, jamais poderá ser deschorado.

Não quero começar nesse momento outra série, vou me recuperar emocionalmente e psicologicamente, drama feelings, e talvez eu comece a assistir Veronica Mars por que a Bruninha disse que é legal e tem comédia.
Queria continuar vendo The Big Bang Theory também, mas vamos ver, vou colocar limites agora, tipo um episódio por dia ou a cada dois dias. Isso sem falar que todos os outros seriados atuais que eu abandonei completamente, até Revenge fiquei sem ver, can you believe it???? Tempo gasto com seriados,  vou gastar agora com Dance Central, e pedaladas no fim da tarde para tirar esse sedentarismo de perto de mim.
Quem sabe assim eu volto a entrar nos meus 6 ou 7 vestidos que não me servem mais né?

everwood

 

everwood-love-everwood-2384627-800-600

 

O adorável vídeo do final, não conto como spoilers por que a série já acabou faz anos, e histórias assim a gente sempre sabe como vai acabar!

 

 

E parabéns produtores, as duas músicas finais também conseguiram ser dramáticas, mesmo sendo pro final ser alegre… Santo drama!

Boa tarde

E a chuva esta querendo dar uma paradinha né?
Bom mesmo, por que eu já estava com medo de alagamento, não quero reviver o ano de 1999 outra vez.

No momento não tenho o que postar, falta três episódios de Everwood para assistir, e quero acabar logo com isso.

Everwood-everwood-7901527-1024-768

Boa tarde

Que chuvinha boa né? Friozinho gostoso. Queria que a reunião ainda fosse na quarta feira, por que aí eu iria ficar a noite toda a partir de agora em baixo das cobertas curtindo um chocolate- não muito quente, e um filminho!
Ok! Filme não, por que filme já não faz mais minha cabeça…e sim um seriadinho básico. Ou então poderia ter vindo ontem essa chuva né? Sua grande troll.
Mas tá valendo!!

 

ephramy-everwood-233261_1024_768

 

 

Ah, por falar nisso, acabei a terceira temporada de Everwood. Muito adorável a série, mas me faz mal, fico deprimida por horas quando assisto. Não vejo a hora de assistir a quarta temporada e terminar logo com isso. Num surto psicótic0 ontem, eu disparei loucamente a assistir 7 episódios em 2 dias por que a Mandy me contou um spoiler, é spoiler quando a série já acabou a quase 7 anos? Em fim, quando alguém conta o que vai acontecer eu não tiro da cabeça e preciso ir até chegar ao ponto do tal spoiler. Então como já estava na merda mesmo, hoje consegui terminar. Foi assim com Harper’s Island, pior ainda quando contam quem é o assassino, dá vontade assassinar a pessoa 😛

*—*

everwood_1024x768

 

“O coração é algo frágil, é por isso que protegemos ele vigorosamente, abrimos ele raramente e é por isso que significa tanto quando resolvemos abri-lo, alguns corações são mais frágeis que outros. Mais puros de alguma forma, como cristal, num mundo de vidro, e até o modo como se partem é bonito.” 

Face’

O face fofocando sobre as séries, em outras épocas eu estaria contando os segundos para volta de PLL, mas Revenge e Everwood tomou minha atenção que eu até consegui esquecer o assassinato da Alison, isso sem falar que a série tomou rumo muito chato, só mistérios e nada de soluções, ficou bem desgastante. Embora eu continue a assistir, já caiu do meu Top Five. 😛

540814_513545355346205_544544511_n

 

E hoje é dia de assistir uns 3 episódios de Everwood.

everwood2

 

Hoje na hora de almoço estava vendo um pedaço de Prison Break na TV, aquele episódio que o Bellick mata o gatinho, muita dó! 😦

Is returning

Keep Calm, por que só falta uma semana para volta de Revenge.
Na verdade menos de uma semana se você assistir sem legenda.
06/01

8324986752_5797d090c0_h

Quero ver misturar Revenge com Everwood e tentar separar as coisas, dá dramática (chatinha) à vingativa!

XO

Resumo de uma tarde de domingo, comer, dormir, assistir Everwood. E aguentar visitas em casa.

everwood1024x768mj

 

E tá morto o domingo. Fui.

VESA

Eu já comentei com vocês como eu virei uma viciada compulsiva em séries?
Não? Pois bem começarei a contar para vocês como essa jornada interminável e incansável começou, a qual eu não vejo um fim tão próximo!

Tudo começo num belo domingo nublado que prometia uma grande tempestade. Mais precisamente no dia 5 de setembro de 2010. Um certo seriado chamado pelo nome de Gossip Girl começou a chamar minha atenção, entrava em vários sites e blogs de modas e todos vinham mencionando Serena Van Der who? Blair Quem?
Não sei, mas só sei que comecei a gostar de ver os estilo das mocinhas, e a carinha bonita dos atores, confesso que quem primeiro chamou minha atenção foi o Dan – you bitch-.

Então quis fazer uma postagem sobre o estilo de tais, mas como se nunca havia visto nenhum episódio? Apena comentado com a Karen que acompanhava pelo SBT as segundas mas eu preferia ficar na net. Então resolvi baixar dois episódios e assistir para conhecer o enredo e o guarda-roupas. Me apaixonei completamente logo no piloto. E já comecei a ter noção do que viria pela frente.

Em fim, entre indas e vindas, comecei a comentar sobre o seriado aqui no blog e algumas começaram a assistir junto comigo. Nisso a Sra. Mandy Maduro,  começou a fazer minha cabeça para assistir Prison Break (teve uma ajuda da nisso), aí veio Friends, Gilmore Girls e muitas outras..e aos pouquinhos entre uma série e outra comecei a gastar tempo e dinheiro nisso. Muito dinheiro, e hoje estou aqui, mal acaba um seriado e eu já começo outro.
É um ciclo sem fim, acredito na cura para o problema, mas não estou a fim de tratamento (não no momento).

E para quem conhece a minha família, quem sabe como eu vivo, é medicinalmente recomendado eu fugir da realidade por um pouco, ou eu fico completamente louca nessa casa.

Resumindo, eu comecei a assistir sériados, mas a Mandy foi que me levou pro lado dark, assuma sua responsabilidade bad girl.
Mas eu me vinguei e contaminei ela com algumas das minhas séries do coração!

page

 

Algumas são séries antigas que eu não vi na adolescência, outras já estão acabadas, algumas já estão acabando, outras apenas começando e outras parei de assistir pois perdi o interesse. Mas o ciclo nunca se acaba.

Sem título

E vocês não se deixem enganar pela carinha de anjo dela tá? Vocês viram no que eu me transformei!

 

Bom dia

Bom dia seus lindos, bom dia para quem não acordou com um idiota fazendo barulho com a moto em frente de casa.
Acordei 5:30 e não dormi mais. Uma raiva. Mas já estou de bom humor outra vez, hoje teve a limpeza geral do salão, muito bom e divertido, não tem como ser ruim na companhia de irmãos né, mesmo trabalhando em baixo de sol no feriado. Com direito até a cafézinho da manhã. Nóis é muito chick.

Agora á tarde o jeito é assistir um montão de episódios de Everwood, já que não tem Revenge, Gossip Girl se foi, Nikita tô esperando acumular uns par de episódios para ver tudo na íntegra, e Fringe ficou ruim demais então vou ver só o último episódio.

Everwood é fofo demais gente, é muito sweet é série. Leve, e bem sentimental, tipo assistir em família sabe. Mesmo sendo de 2002, até que tem umas parte moderninhas, com computador, photoshop e tals. Mas é tudo muito simples, não sei por que me lembra um pouco Hart Of Dixie. Algumas partes eu lembro de ter visto no SBT quando era mais novinha. Vale muito a pena assistir, bem diferente do que a gente vê atualmente.

Ephram-and-the-Brown-Family-everwood-9501040-1024-768

 

Até agora minha personagem preferida é Delia, (foto) uma fofinha, dá até vontade ter uma irmãzinha caçula se fosse assim. E o Ephram é o típico amigo que mesmo rejeitado está sempre te dando apoio, todo mundo tem que ter um desses.

XOXO

Não é tão novo essa história de X.O.X.O. Assistindo hoje Everwood, (2002) já estava na moda.

xoxo

Sessão: TOP 10

A indústria do Entretenimento cresce a cada dia, se antes eram lançados 10 filmes por ano, hoje em dia são lançados 10 por mês, ou mais. Mal sai do cinema, e semana depois está na pré-vende em qualquer site por aí!

Mas vocês me conhecem e sabem que filme não é meu forte, e sim os seriados. Sei que a maioria prefere filmes, onde tudo se resolve rápido, em 2 horas ou menos conta-se a história que levaria anos. Mas eu tenho meu lado masoquista (sóquenão), e prefiro acompanhar a mesma historia só que durante anos. Eu entro no enredo e me sinto parte da família. Choro, rio, me assusto e amo tudo isso.

Hoje em dia vemos inúmeros seriados, de tudo que é tipo, desde os infantis até o Sci-fi que fazem nossa mente quase derreter tentando entender o que se passa.
Eu curto um pouco de tudo, mas tenho uma queda por dramas e mistérios.

Já assisti inúmeros seriados, alguns não terminei, mas creio que irei terminar, e outros estão na lista de espera para quando sobrar tempo.

Mas estou hoje aqui para falar não da atualidade, e sim do passado. Das séries antigas, nossa época de infância e adolescência. Que nesse época eu não er tão fã como hoje em dia. Mas me lembro muito bem de várias.

Que tal relembramos 10 séries antigas (algumas não tão antigas) mas que certamente marcaram época.
(Com comentários especias da Bruninha)

10ª UM MALUCO NO PEDAÇO:
Impossível alguém não se lembrar dessa, até hoje passa no SBT, costumava assisti-la logo que chegava da escola. No EUA foi exibida no período de 1990 a 1996, com 148 episódios, conta a história de Will Smith, que vai morar com os tios na cidade grande, pois sua mãe teme pelo seu futuro rodeado de bandidos, a série mostra vários conflitos raciais mais Will com humor inconfundível sempre dava volta por cima, e sempre embarcando nas mais loucas aventuras.

Comentário B: Um maluco no pedaço era o mais divertido, engraçado e hilário, não precisava de coisas imorais para fazer as pessoas se divertirem.

Um-maluco-no-pedaço-por-Will-Smith

9ª SEX AND THE CITY
Essa série já não é tão antiga, mas tem muita fama. Transmitida de 1998 a 2004, coleciona 6 temporadas e dois filme de sucesso. É digamos que uma primeira versão de Gossip Girl. Passa-se na cidade de Nova York, e conta a história de quatro amigas, Carrie, Charlotte, Miranda e Samantha, eu nunca segui essa série mas já vi alguns episódios, a Carrie é minha preferida, colunista de um jornal da cidade e conturbada no amor. Não é uma série propriamente adolescente, mas sem dúvida marcou e vem marcando ainda gerações. Li ótimas críticas, só acho meio apelativa e um linguajar meio explícito. Ta aí por que nunca me motivei a assistir toda a série!

A série passa hoje em dia no canal TBS.

SATC-sex-and-the-city-94035_1024_768

8ª SEINFELD
Outra série que não assisti, essa realmente NUNCa vi nenhum episódio, mas o Luckas recomendou então vamos lá. Seinfeld, uma sitcom, exibida em 9 temporadas de 1989 a 1998. Mostra a vida de amigos, coisa do cotidiano, de uma maneira bem formal e cômica, pelo que eu li é uma série leve com um humor bem americano, então tem que ser bem fã de séries para poder entender.

Seinfeld-Cast-seinfeld-43506_1024_853

7ª GILMORE GIRLS-  TAL MÃE TAL FILHA.
Essa eu me lembro bem dos comercias no sbt, época sem td a cabo. Nunca fui regular também em assistir. Comédia dramática que conta sobre a vida de mãe e filha, Lorelai e sua filha Rory. Mãe aos dezesseis anos, Lorelai resolve sair da casa do pais e criar sua filha sozinha, as duas vivem mais como duas amigas, um relacionamento bem unido. O que dá até uma certa inveja, com 153 episódios a série foi encerrada na sua 7ª temporada. Ainda vou assistir inteira essa série.

Comentário B.: Ahh resumidamente,tal mãe tal filha eu achava linda a amizade delas,elas não tinham uma relação de mãe e filha mas sim de melhores  amigas,tinha suas partes “comédia”.

Gilmore-Girls-gilmore-girls-20005607-1024-768

6ª FULL HOUSE- TRÊS É DEMAIS –
Três é demais. Sem dúvida uma das minhas séries de infância preferida. A estréia das gêmeas Olsen e um grande sucesso na época, há quem diga que ninguém dava muito pelo seriado, mas aos poucos forma encantando o público por ser um série sem apelo imoral, e que conquistava toda família por sua trama leve e cotidiana. No show vemos a história de Danny, viúvo com 3 filhas pequenas, conta com a ajuda de seu melhor amigo Joey e seu cunhado Jesse que se mudam para sua casa a fim de ajudar Danny a cuidar das meninas. Aos poucos a família vai aumentando com a nova namorada da Jesse, Rebecca, e com a chegada dos gêmeos, ta aí o nome da série. Full House, Casa cheia!
COm 8 temporadas a série contou com 190 episódios, apresentada no período de 1987 até 1995. Segundo SBT, vão voltar apresentar a partir de Janeiro.
fullhouse-watn-coverphoto-jpg-175851-jpg_184728

5ª The O.C
Um estranho no paraíso. Mais um clássico (não tão antigo) do SBT nas manhãs de domingo, geralmente eu não podia assistir por que já estava passando quando eu chegava do campo, mas com a chegada do Speedy na minha vida, pude acompanhar a série do início ao fim. Durou apenas 4 temporadas com 92 episódios, a morte de Marissa foi crucial para “falecimento” da série que tinha tudo para continuar bem. Sei que encantou muitos adolescentes da época, geralmente os tem a mesma idade que eu ou pouco mais, afinal não é tão antiga, começou em 2003 e durou até 2007.

Comentário B.:The OC era drama mesmo né, mas o que eu curtia era o casal Seth e Summer. Eles eram fofos de um jeito louco.
The-OC-the-oc-742314_1280_1024

4ª VERÔNICA MARS.
Essa eu ainda não assisti, mas já vi algumas promos e lembro bem do comercial no sbt, e só de ler eu já comecei a gostar da série, que vem com ótimas críticas. Conta a história de Verônica, popular na escola até a morte de sua melhor amiga Lily, nisso ela se torna uma investigadora particular junto com a proteção de seu pai! Ela é uma estudante normal, mas após o horário da escola ajuda seu pai numa firma de investigação da Califórnia. Essa é uma das séries que já esta na minha lista de espera.  Conta apenas com 64 episódio divididos em 3 temporadas, o que me dá mais vontade de ver, pois não é uma série longa!

Comentário B.: Veronica Mars era meio mistério, assim não dava para saber de cara quem matou quem e tals, e sem contar que era engraçada nos momentos mais tensos, isso deixava série leve e divertida!

11804mars1

3ª PRISON BREAK
 Ok! Não é uma série tão antiga assim, mas vale a pena entrar para a lista de série que realmente valem a pena assistir, Mandy e Tô falaram dessa série e eu nada curiosa resolvi baixar e arriscar, mesmo achando que só iria ver sangue e violência na série. De fato tem, mas o que encanta e nos prende é a história inteligente. Michael Scolfield, um gênio da atualidade, seu jeito detalhista conquista qualquer um que assista pelo menos o primeiro episódio. Não é uma série cansativa e segredos estão nos pequenos detalhes, requer muita atenção para entender o que e como tudo se passa. Deixou um pouco a desejar na terceira temporada, mas teve uma boa recuperada na quarta e última temporada. Conta com filme que contam a história pulada 4 anos no último episódio da série. Com 81 episódios foi exibida no período de 2005 a 2009.

wallpaper-prison-break-atores-5662

2ª EVERWOOD
Essa eu comecei assistir depois que comecei a ver Revenge e achei atriz Emily Vancamp incrível como atriz, e assim como Prison Break que eu baixei monte de participações do “Michael” em seriados por aí, eu resolvi baixar essa série que também fez sucesso no SBT “na nossa época”, acho que vários se lembram dessa série. Conta com uma história bem leve sobre o Dr. Brown, famoso médico de Nova York que se muda com os dois filhos para o interior, depois da morta de sua esposa, com peso na consciência por sempre priorizar o trabalho antes da família, ele se muda para Everwood mesmo contra a vontade de seu filho mais velho Ephram, onde lá ele abre um clínica e começa a tratar seus pacientes totalmente de graça, o que causa intriga com o médico local. A trama secundária gira em torno de Ephram e Amy, que logo se apaixona pela garota, mas ele tenta não corresponder pelo fato de seu namorado estar em coma, e ela senti lhe dever fidelidade. Mas o tem como melhor amigo. Sem apelo sexual (pelo menos até agora) a série cativa pessoas de 8 a 80 anos. Vale o download! Conta com 4 temporadas e 89 episódios, com uma abertura triste e uma drama leve porém tocante com apenas 5 episódios já conseguiu me arrancar lágrimas!

everwood-3-1f7d61dc1c8521d9bf504d51fbb5741d

1ª FRIENDS.

Muito bem, essa é totalmente dispensável qualquer comentário. Até agora não encontrei uma que tivesse assistido esse seriado e não tenha gostado (a Mah não curtiu muito, mas ela é louca e a gente releva hahahaha sorry Mah).
Como não se apaixonar pela história de Phoebe, Rachel, Mônica, Ross, Joey e Chandler? 6 amigos sempre unidos tanto na alegria como na tristeza, o que quase não tem na série, me arranca risadas mesmo assistindo pela 1000 ª vez na tv, vale o dinheiro gasto, vale o tempo gasto assistindo. Com 10 temporadas de muito sucesso, exibidos até hoje quase dez anos depois do encerramento da série, conquistou e continua conquistando a todos que assistem. Mas cuidado são 236 episódios quase impossíveis de parar de assistir!

Friends-Commemorative-Wallpaper-friends-8131512-1280-1024

E aí, qual a série a “amor de infância de vocês?”