Vamos falar de comida?

Que tal um assunto que agrada a maioria das pessoas, pelo menos pessoas normais, comida! Não, não vou passa receita nenhuma aqui, mas quero conversar com vocês sobre alimentação, uma postagens que az dias que está pendente aqui e hoje resolvi desencantar e fazer!

Bom, primeiramente quero começar dizendo que de longe não sou exemplo de pessoa saudável e super preocupada com alimentação. Minha mãe infelizmente pecou na parte da minha educação alimentar! Ela nunca foi tipo de mãe que colocava dia e hora para comer doces, frituras ou refrigerantes, sempre comi o que eu queria, na hora que eu queria. E isso confesso que me estragou um pouco.

Sempre necessitei de refrigerantes em todas as refeições, e gostava demais de frituras, gorduras e tudo que fosse industrializado. E como eu sempre fui magrela, (o que gerou ate um certo bulling na época da escola) eu ligava menos ainda para o que eu comia, era o tipo de pessoa que comia, comia e nunca engordava, tomei muita vitamina quando era criança, e suplementos alimentares, mas nada adiantou, a uns 3 anos por indicação de uma amiga de amiga (vai vendo), tomei dois vidros de vitamina B12 e somente depois de parar de tomar tais compridos, tipo meses depois, eu comecei a notar as roupas mais apertadinhas, (até achei que tinha algum duende no meu guarda-roupa apertando elas a noite). 
Ganhei magicamente uns 10 kilos em alguns meses. O que não me incomodou de certa forma, mas minha barriga que sempre foi definida, sim eu tenho orgulho e exibo mesmo, que já tive barriga definida, bom, ela começou a estufar um pouco e sair mais acentuadas nas fotos, então chegou um dia que eu: OPA, VAMOS COM CALMA CÁSSIA!

Comecei a pensar nas porcarias que eu comia, na falta de horário e na quantidade de coisas industrializadas que eu consumia e resolvi eu mesma me “reeducar”. Não fui em nutricionista (não sigam meu exemplo crianças), mas depois de ver tantos programas na tv, acompanhar amigas no médico, ver dicas na internet e um pouco de bom senso, eu mesma criei novos hábitos. O mais difícil foi abandonar refrigerante e líquido na horas das refeições, mas consegui.
Passei a tomar café da manhã todos os dias, e comer uma frutinha ou uma bolacha água e sal, por voltas das 10 horas, na hora do almoço pegava pouco arroz, algum tipo de carne, salada, e vegetais cozidos, e passei a comer feijão alguns dias na semana, por que de qualquer maneira nunca fui tão fã de feijão. Pedi para minha mãe parar com as frituras, principalmente a tal da batata frita. E para controlar a vontade de comer doces, eu simplesmente comia uma fruta logo depois do almoço, pois assim eu enganava o estômago, uvas, dois ou 3 morangos, melancia, melão, ou algo do tipo. Passei a jantar mais cedo e comer alguma coisa leve antes de dormir. Foi bom, deu muito certo pra mim, consegui diminuir o estômago, e perder uns 4 kilos em 3 ou 4 semanas, que era o necessário. Nunca cheguei a ficar a cima do peso, mas a barriga realmente me incomodava, e ainda incomoda, embora tenha diminuído.

Mas eu não me privo de gordices, ainda como chocolate, como massas, e doces que é meu ponto fraco, mas tudo no limite, e em poucas quantidades. E não todos os dias claro.

Conversando com a Jhosie esses dias, ela estava me mostrando um exemplo de alguém super gordinha e com força de vontade perdeu vários kilos: Jennifer Hudson. 

1922668_216058175264056_2016462513_n 1922946_216059251930615_28412250_n 1937868_216059248597282_958820948_n

É claro que a gente sabem que por trás disso rola um bisturi, mas não há faca que resolva se a pessoa não tiver força de vontade, se reeducar e partir para exercícios, que querendo ou não são necessário para o corpo perfeito.

A atriz conta que passou do manequim 48 para o 38 com dieta e exercícios cinco vezes por semana.

Nove quilos mais magra, Jennifer Hudson é a estrela da nova campanha dos “Vigilantes do Peso”, nos Estados Unidos. A atriz contou que passou do manequim 48 para o 38 com dieta e exercícios cinco vezes por semana. “Antes do programa, a minha vida inteira era de ‘não pode’. Eu posso e você pode também’, disse no anúncio. 

Em entrevista recente à “US Magazine”, a atriz disse está feliz com a aparência agora. “Não quero perder mais nada. Você nunca me ver magérrima. Acho que essa é uma forma boa e natural para mim”.

À revista “People”, Jennifer Hudson disse que ainda não se acostomou com a nova forma. “Quando vou a uma loja comprar, os vendedores me trazem peças 36, 38. Eu fico me perguntando: ‘Com quem eles estão falando?’. A minha mente ainda não se acostumou”, disse. (Fonte Ego.com)

Bom, eu não concordo com a mídia que quer transformar as pessoas em esqueletos vivos andando por aí, acho ridículo magreza em excesso, ossos aparecendo, eu tenho trauma disso por já ter sido assim. Mas claro, ser descuidado e acabar se deixando levar a engordar demais a ponto de ficar muito a cima do peso também não é bonito. Fora o quão prejudicial isso acaba se tornando para saúde, e quantas doenças são causadas por excesso de peso. É preciso ter equilíbrio em tudo e vez por outra até recusar uma gordice entre amigos, eu mesma passei a abandonar  Burger King algumas vez e comer algo natural e um suco no shopping, algo que nunca me imaginei fazendo. 

Como já disse, amo doces, massas, sorvetes, mas aprendi a me controlar, e não é tão difícil quanto parece. E hoje eu vejo que mesmo não estando preocupada com peso, e importante ver o que a gente come, pois é tanta coisa que faz mal, tantos alimentos industrializados que fazem mal a saúde que acabamos por destruir nosso organismo sem perceber. Não é a toa quando dizem: “você é o que você come” no fundo faz sentido, por que uma hora ou outro o corpo vai acusar!!

 

(Dica de postagen Jhosie Lopes)

 

7 comentários em “Vamos falar de comida?

  1. Amei o post Cássia<parabéns! Agora tudo faz sentido..entendo pq não quis vir pra cá,ia ter gordices d++++!!! haauhauhauhau..brincadeirinha.

    Curtir

  2. Amei o post Cássia, um dos melhores que vocês já fez! Bem completo e alertante! Eu sou magra por genética mesmo, e me preocupo com minha alimentação! Seu post foi bem motivador, pois mostrou que pra você ter força de vontade não precisa parar de comer aqui, tirar o jantar, almoço, ou qualquer outra refeição do dia, mas sim ter responsabilidade na hora de comer e comer na quantidade exata! Eu amo essa área de Bem-estar consigo mesma, saúde, reeducação alimentar, beleza, por isso quero muito ser Nutricionista futuramente! :3

    Curtir

  3. Olá amoreca…obrigada por ter postado minha sugestão… como tenho problemas com obesidade, sei beeeemmm, como eh dificil se livrar desse problema… Gostei de tudo que vc postou, embora eu nao acredite nenhum pouco que a Jen soh emagreceu 9 kilos, a revista foi muito otimista ao postar isso… kkkk
    Aproveitando a deixa, sugiro uma coluna/tag sobre saúde e bem estar, obesidade, bulimia, anorexia… poderia abrir um espaço para as leitoras postarem seus sucessos e/ou dificuldades em conquistar o peso/ saudável desejado, com fotos de antes e depois… Elas poderiam deixar dicas do processo todo, mamães que voltaram em seu peso, etc… eu acho que seria legal…o que acha?
    Super Beijo pra vc linda, amei o post!!!! t+

    Curtir

    • Opa, vamos pensar na postagem sim Jhosie, amo quando receno sugestões e vc pode me ajudar, se quiser enviar artigos, ou indicar alguem conhecida que sofre disso para dar opinioes, ou ate breve entrevistas aqui, que tal? Bjins

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s